Seja bem-vindo ao Fórum MegaFire!
Para ver o conteudo é necessario ser registrado.
Login

Esqueci minha senha

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 88 em 18/9/2012, 19:24
Parceiros
Mega Fire M.F

O Retorno de Bocais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Retorno de Bocais

Mensagem  lokitcho em 3/12/2010, 08:48

Nome do Jogo: O Retorno de Bocais
Criador: Turma do Bocais (Casa 99 Studios)
Engine: RPG Maker 2000
Gênero: Aventura moderna/irreverente
Ano de desenvolvimento: 2002
Versão: Full 1.2 Remasterizada em 2009

NÃO NECESSITA DO RPG MAKER PARA FUNCIONAR! QUALQUER UM PODE BAIXAR E JOGAR, EM QUALQUER PC


INTRODUÇÃO

Primeiramente, gostaria de agradecer a oportunidade de postar meu jogo em um espaço onde encontrarei um público variado no que diz respeito às preferências e que, por isso, formulará críticas interessantes. Acho importante, antes de começar a retratar a estória deste game, inseri-los na história que me incentivou a produzi-lo:

Como já informei na ficha técnica, trata-se de uma produção relativamente antiga - 2002. O mundo ainda vivia o abalo do atentado às torres gêmeas e a invasão/exploração do Afeganistão em 2001, justificada sobre o pretexto da "Guerra ao Terror" e que até hoje premanece com suas garras fincadas estrategicamente no oriente médio (Afeganistão e Iraque). Outro assunto muito em voga era a internacionalização da Floresta Amazônica e a produção de materiais de estudo nos EUA que já retratavam nos seus mapas a Amazônia como área internacional. Esses dois fatos foram fundamentais para o pano de fundo do meu projeto.

Desde os 10 anos, quando descobri o mundo do RPG, me apaixonei pelas fantasias e aventuras. Reunia amigos em minha casa para jogar Dragon Quest e Gurps e levava horas só planejando o mapa da cidade. Sendo assim, o contexto histórico da "Guerra ao Terro" seria perfeito para um RPG moderno e engajado. No entanto, meus planos eram outros. Na época com 16 anos, estava mais interessado em me divertir com as festas e curtições e já vinha me distanciando aos poucos do universo RPG. Foi quando um velho amigo meu me apresentou o RPG Maker 2000. As portas de minha imaginação se escancararam e eu voltei a me interessar pelo assunto. Inicialmente, O Retorno de Bocais seria mais um jogo clássico, cheio de histórias de honra e resiguinação (que eu admiro e gosto), mas acabei me deixando levar pela esbórnia em que vivia, trazendo a realidade de muitos adolescentes para o RPG. O resultado final foge aos padrões clássico do RPG e a diversão vai depender muito do quão flexível você é no tocante à liberdade nos games (afinal, RPG é basicamente a liberdade para fazer o que quiser).

Posso resumir O Retorno de Bocais como uma união entre BRINCALHÃO e o ENGAJADO. Para tanto, é preciso se deixar levar pela vida louca vida de Bocais.


CLASSIFICAÇÃO:

Me vejo na obrigação de advertir que se trata de um jogo relativamente agressivo. O protagonista utiliza, por vezes, de linguagem vulgar, pois é essa a linguagem de quem nasceu em uma vila pobre, mal estruturada e sem educação. Possui violência elevada, principalmente em animações e cenas de nudez. Para maiores de 18 anos.


A HISTÓRIA

A aventura se passa em 2007, inicialmente em uma pequena vila do interior do Brasil. Bocais vive com sua mãe em uma modesta casa de onde ele parte para ganhar o mundo. Dividindo sua vida entre estudar e aproveitar sua adolescência, o protagonista acabará se envolvendo em muitas confusões, encarando os mais inusitados inimigos. Contudo, Bocais torna-se progressivamente mais rebelde ao longo da aventura. A partir de seus atos, podemos classificá-lo como um anti-herói. Mesmo assim, é difícil não se afeiçoar por ele. Ainda na vila, ele se depara com situações inusitadas e surrealistas que o farão rir a valer e lutar pra sobreviver. A vida na vila é pacata, sua única obrigação é estudar, coisa que odeia. Seu interesse mesmo é ir dançar no buteco da cidade, matar aula para namorar a vizinha gostosa e ficar dormindo até tarde após uma noite cansativa pelas ruas da vila. Esse cotidiano vai levar Bocais progressivamente ao submundo, onde as aventuras começam a tornar-se realmente ameaçadoras. O "romance" está sempre presente nas aventuras e isso será um constante problema para nosso anti-herói. Tudo isso, somado à ambição de Bocais e ao risco de ver seu país invadido por nações imperialistas, o levarão a deixar sua terra natal. Assim começa a aventura!


PERSONAGENS PRINCIPAIS

BOCAIS: Protagonista da aventura, nasceu e cresceu em uma pequena vila do interior do Brasil. Mora com sua mãe em uma modesta casa. Seu pai desapareceu antes mesmo de seu nascimento. Portanto, não há informações a respeito dele. Tudo que se sabe é que sua personalidade muito se assemelha a de Bocais. Sua mãe, uma senhora de 75 anos, vive do dinheiro que conseguiu roupar do ex-marido. Bocais é audaz, desbocado e de carater duvidoso. No entanto, é difícil não simpatizar com ele. Você provavelmente vai se perguntar em muitas cenas: Isso é um absurdo, que crueldade! Mas então porque eu estou rindo? Ele famoso por seus atos imorais na Vila, especialmente na sua escola. Nasceu em 29 de Fevereiro de 1988.

BRIAN: Fiel amigo de Bocais. Acompanha nosso anti-herói no segmento da aventura. Podemos classifica-lo como curto e grosso: Age mais com seus instintos e não costuma raciocinar muito. Compatilha das mesmas afinidades que Bocais, ou seja, outro perdido na vida.

MALANDRO: Velho traficante da região. Conhece Bocais desde seu nascimento. Tem boa relação com o garoto, contudo é misterioso e pouco se sabe a respeito de seus hábitos e seu passado.

NOTLIM: Vizinho cara de pau que importuna Bocais. Seus atos refletem uma total falta de "desconfiômetro".

ORROCOS: Bruxa aposentada. Vive hoje aliciando menores para o tráfico de corpos...

MONIQUE: Uma lolita interesseira que que tem como sonho dar o golpe do baú! Junto com seu irmão mais novo, é recém-chegada na cidade e não conhece a fama das pessoas. Terá seu papel na vida de Bocais...

Vale a pena destacar que não há no jogo o velho maniqueismo entre sou o bonzinho que nunca peco e sou o vilão que quer dominar o mundo. Todos são bons e maus, depende do ponto de vista. Na essência, são todos humanos (ou não). Existem muitos outros personagens na história, mas revelá-los agora pode estragar a surpresa da aventura. Na verdade, já falei até demais! Por sinal, não posto fotos dos personagens justamente para manter um pouco da curiosidade.

Download: http://www.4shared.com/file/iUmRMSNd/O_Retorno_de_Bocais.html

lokitcho
Moderadores
Moderadores

Mensagens : 37
Data de inscrição : 03/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum